SJ Tech - шаблон joomla Форекс

Taboão da Serra

Exército ajuda na luta contra o mosquito Aedes aegypti em Taboão

Com o objetivo auxiliar no combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e da febre amarela urbana em Taboão da Serra, 12 militares do 4° Batalhão de Infantaria Leve “Regimento Raposo Tavares”, de Quitaúna, em Osasco, se apresentaram no Centro de Controle de Zooneses (CCZ) da cidade, no dia 9 de janeiro.

De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, os militares, que ficarão até o final de fevereiro em Taboão, estão trabalhando em conjunto com a equipe da Secretaria de Saúde. A cada dia as equipes visitam um bairro diferente. No dia 19 de janeiro, por exemplo, o Jardim Maria Rosa foi visitado pelas equipes.

Os militares foram recebidos pela secretária de Saúde do município, Dra. Raquel Zaicaner, que agradeceu a iniciativa do 4° Batalhão de Infantaria Leve. À ocasião, os militares foram orientados sobre a dinâmica do trabalho de campo e das visitas às residências, no combate ao mosquito.

A iniciativa da Prefeitura de ir às ruas da cidade, durante todo o ano, para alertar a população sobre os riscos que o mosquito Aedes aegypti traz e explicar os cuidados a serem tomados pelos moradores foi aprovada. José Gonçalves Nunes, de 88 anos, morador do Jardim Maria Rosa, teve sua residência visitada pela equipe de combate ao Aedes. “O trabalho da Prefeitura, com o auxílio do Exército são importantes para mostrar aos moradores que pequenas iniciativas, como não deixar água parada, impedem o mosquito da dengue se proliferar”, cometou.

Read 347 times
Rate this item
(0 votes)
Em Taboão, planejamento garante qualidade a cursos de capacitação

Com o intuito de agregar mais valor aos cursos oferecidos para os moradores, a Prefeitura de Taboão da Serra, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, reuniu, nos dias 13 e 18 de janeiro, diretores, professores e demais funcionários das escolas municipais de capacitação para discutir a organização da grade de cursos, estratégias de aulas, entre outros assuntos.

 

Os encontros com os representantes das Escolas Municipais de Construção Civil, de Gastronomia e de Moda, Beleza e Estética (Lado a Lado Saporito), foram conduzidos pela secretária da pasta, Laura Fávero, que destacou que o planejamento desde o início do ano é fundamental para excelência dos cursos.

 

“O pensamento da prefeitura sempre é prestar um serviço de alta qualidade. Por isso realizamos as reuniões com as equipes de funcionários destas escolas. Nesses encontros analisamos vários temas, entre eles, os conteúdos da grade, como eles podem avançar ou atualizar. Nosso dever é disponibilizar aos munícipes cursos que realmente os preparem para o mercado de trabalho”, destacou Laura Fávero.

 

Em 2016, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico capacitou mais de 3400 pessoas. Inclusive, já estão abertas as inscrições para diversos cursos gratuitos que serão ofertados pelas três escolas em 2017. Os interessados em ingressar em algum deles deve entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico ou com a própria escola.

Read 107 times
Rate this item
(0 votes)
Vacina contra Febre Amarela é importante para quem viaja para áreas de risco

O morador de Taboão da Serra que pretende viajar nos próximos dias deve estar atento se há recomendação de vacinação contra febre amarela para o local aonde irá. Se a resposta for afirmativa, a pessoa deve entrar em contato com a UBS Dra. Maria José de Albuquerque (antiga UBS Dr. Akira Tada) para agendar a vacinação.

“Neste momento, a imunização contra febre amarela só é necessária para quem realmente irá viajar ou vive nestas áreas onde há a recomendação para vacina”, é o que explica a secretária de Saúde de Taboão da Serra, Dra. Raquel Zaicaner. “Para que a imunização contra febre amarela seja eficaz, a vacina deve ser aplicada, no mínimo,10 dias antes da viagem”, completa.

O Ministério da Saúde recomenda vacinação contra febre amarela para maiores de nove meses de idade que vivem ou que irão se deslocar para áreas onde há risco de contágio.

Além disto, vale ressaltar que a vacina não é indicada para todos. “A vacina contra febre amarela é contraindicada para gestantes, pessoas com mais de 60 anos, crianças menores de seis meses, mulheres que ainda amamentam, portadores do vírus HIV e pessoas em tratamentos como quimioterapia, radioterapia ou que utilizam corticoides em doses elevadas”, esclarece Dra. Raquel. “Pessoas neste grupo de contraindicação que, por algum motivo, não tenham como adiar a viagem para estes locais deverão consultar um médico para que sejam analisados os riscos, caso a caso”, orienta a secretária.

 

Febre Amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa que causa dor de cabeça, dor abdominal, náusea e febre alta. Em um segundo estagio a doença causa icterícia (amarelão), hemorragia e pode levar a óbito. A transmissão da febre amarela silvestre é feita pelos mosquitos Haemagoguse Sabethes, que picam macacos que já estão com a doença e passam a transmitir para seres humanos. Quem viajou para algumas das cidades onde houve registro da doença e apresentar algumas destes sintomas deve procurar o Pronto Socorro mais próximo. Lá deverá informar qual cidade ou região visitou e em qual período.

 

Cidades

Na quarta-feira, 18 de janeiro, o Ministério da Saúde divulgou uma nota informando quais os municípios onde há recomendação para vacinar toda a população. A aplicação deverá ser feita em cidades de toda a Região Norte e Centro-Oeste do país, além de todo o estado do Maranhão, de Minas Gerais, cidades do Rio de Janeiro e do Espirito Santo que fazem divida com o estado mineiro, além do leste da Bahia, parte do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

 

Em São Paulo, a recomendação da vacina é apenas para municípios de áreas ribeirinhas e de mata dos municípios das regiões de Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Araçatuba, Jales, São José do Rio Preto, Barretos, Franca, Ribeirão Preto, Araraquara, Bauru, Marília, Assis, Botucatu, Itapeva, São João da Boa Vista e parte da região de Sorocaba. Para mais informações acesse: www.taboaodaserra.sp.gov.br

Read 97 times
Rate this item
(0 votes)
Conselho Municipal debate inclusão efetiva da pessoa com deficiência

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD) de Taboão da Serra realizou um encontro na manhã de sexta-feira, 2 de dezembro, para celebrar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. O evento, promovido em parceria com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania, reuniu85 pessoas entre moradores, conselheiros e servidores da Prefeitura.

 

Quem compareceu à TaboãoPrev pode acompanhar duas palestras sobre inclusão efetiva. Uma delas foi ministrada pelo Maestro Sidney Lissoni, criador de um método que ensina disléxicas - pessoas com dificuldade em escrever e ler - a escrever partituras. À ocasião, o regente discursou sobre “A música como ferramenta de alfabetização inclusiva”. Já a mestre em Psicologia Social pela PUC/SP, Fábia Aparecida Silva, discursou sobre a importância da Lei de Cotas e do emprego apoiado na palestra “Empregabilidade da pessoa com deficiência”.

 

De acordo com a presidente do CMPD, Maria de Fátima Peris da Rocha Porto, o encontro foi satisfatório. “Foi muito positiva a representatividade das pessoas, além da presença expressiva de conselheiros, servidorese pessoas que vivem a realidade da deficiência. A participação dos secretários de Assistência Social (Arlete Silva), de Educação (Prof. João Medeiros) e de Saúde (Dra. Raquel Zaicaner) também foi essencial, uma vez que são parceiros atuantes e que acolhem ricamente o trabalho que está sendo realizado pelo Conselho”, afirmou Fátima Porto.

 

Para a secretária de Assistência Social e Cidadania, Arlete Silva, a participação da sociedade civil nos Conselhos é de grande importância. “Os conselhos municipais são espaços públicos, sendo assim, a participação dos moradores e de toda a sociedade é essencial para podermos desenvolver políticas efetivas para a garantia de direitos”, disse.
 
CMPD
O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMPD) é um órgão de natureza permanente, que tem como objetivo propor, acompanhar e avaliar as políticas voltadas à promoção, inclusão social e defesa dos direitos da pessoa com deficiência. O conselho é composto paritariamente por membros do governo e da sociedade civil organizada.
 
 
Empossados em agosto de 2016, os novos conselheiros atuarão até 2018 para que as pessoas com deficiência tenham visibilidade e protagonismo. “Algumas de nossas metas e objetivos são buscar recompor a comissão permanente de acessibilidade e fazer um CENSO para saber quantas são as pessoas com deficiência em Taboão, de forma, a saber, quantas são atendidas por programas e quais suas necessidades”, comenta a presidente. 
 
 
As reuniões de trabalho do CMPD acontecem toda segunda sexta-feira de cada mês, das 9h às 11h, na sede da Secretaria de Assistência Social e Cidadania - Rua Luiz Carlos Ventura, 79 – Jardim Mituzi. 
Read 181 times
Rate this item
(0 votes)

Galeria de Vídeos

Você viu?

Comitê Gestor do
Secretarias de Segurança Pública, Saúde e Desenvolvimento Social deram início ao Programa, através ...
Prefeitura promoverá
O intuito do encontro é conhecer as necessidades dos agricultores familiares da região e apresentar ...
Meio Ambiente e Gente
Inscrições: A partir de 04/05 no site www.barueri.sp.gov.br. As inscrições com submissão de ...
Cotia: agenda repleta de
Ginástica Rítmica, Futebol e Karatê representam a cidade nas competições em Mogi das Cruzes, São ...
Ações envolvendo os CAPS
Os usuários dos serviços desenvolvidos pelos centros de atendimento municipal promoveram caminhada, ...